[PT]

A obra Felix foi especificamente desenhada para a VII Bienal de Havana em 2000. O tema da bienal era Más cerca uno del otro [Mais próximo um do outro] e pretendia investigar relações de proximidade entre artista, obra e público. Tendo sido convidado a participar, propus mais um tipo de acercamento possível: aquele entre artista e artista. O projeto que apresentei previa uma aproximação da obra de Felix Gonzales-Torres (1957- 1996). Além de um interesse pessoal, algumas questões presentes no trabalho do artista cubano, naturalizado norte-americano – tal como as diferentes qualidades de participação do público –, pareceram-me interessantes de serem revisitadas no contexto curatorial da bienal.

Consistia em duas pilhas de papel com a imagem do trabalho “Con-fio” impressa. O trabalho foi concebido como um diálogo entre o trabalho o meu trabalho e o do artista cubano-americano Felix Gonzalez-Torres.

[EN]

The work Felix was specifically designed for the VII Havana Biennial in 2000. The theme of the biennial was Más cerca uno del otro [Closer to each other] and intended to investigate close relations between artist, work and public. Having been invited to participate, I proposed one more type of approach possible: that between artist and artist. The project that I presented foresaw an approximation of the work of Felix Gonzales-Torres (1957-1996). In addition to a personal interest, some issues present in the work of the Cuban artist, a naturalized American – such as the different qualities of public participation -, seemed interesting to me to be revisited in the curatorial context of the biennial.

It consisted of 2 stacks of paper on which the image of the work “con-fio” was printed. The work was conceived as a dialogue between the work of Cuban-American artist Felix Gonzales-Torres and my own.

Essa obra é tema de um dos capítulos de minha tese de doutorado:

A tradução como uma forma de participação crítica: Felix Gonzales-Torres (PT)